quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Verbos classificação e conjugação


Verbos

Verbos são palavras que indicam ações, estados ou fenômenos, situando-os no tempo.

Flexionam-se em número para concordar com o sujeito/substantivo que acompanham; em pessoa; em tempo; em modo e em voz.
Quanto ao número podem ser: Singular e Plural.

Eu vi uma mulher verdadeiramente linda (singular).
Nós vimos uma mulher verdadeiramente linda (plural).

Quanto à pessoa podem ser:
1ª pessoa – a que fala
2ª pessoa – com quem se fala
3ª pessoa – de quem se fala

Flexionam-se em tempo para indicar o momento em que ocorrem os fatos:
O presente é usado para fatos que ocorrem no momento em que se fala, para fatos que ocorrem no dia-a-dia, para fatos que costumam ocorrer com certa freqüência.

Ele escreve para um jornal local.
O balão cai lentamente sobre as casas do subúrbio.

Usa-se o pretérito perfeito para indicar fatos passados, observados depois de concluídos.

Ele escreveu para um jornal local sobre Aquecimento Global.
Eu estudei francês o ano passado.

Usa-se o pretérito imperfeito para indicar fatos não concluídos no momento em que se fala como também para falar de fatos que ocorriam com freqüência no passado.

Ele estudava todos os dias e ainda escrevia para um jornal local.

Usa-se o pretérito mais-que-perfeito para indicar fatos passados ocorridos anteriormente a outros fatos passados.

Já escrevera muitos artigos polêmicos, quando ingressou no jornal local.

Usa-se o futuro do presente para falar de fatos ainda não ocorridos, mas que ocorrerão depois que se fala.

Ela estudará muito e será bem sucedida na profissão.

Usa-se o futuro do pretérito para indicar fatos futuros que dependem de outros fatos .

Ela trabalharia menos, se tivesse estudado mais.
Eu estudaria francês, se tivesse mais tempo.


O modo verbal indica de que forma o fato pode se realizar:

Modo Indicativo a atitude do falante é de certeza diante do fato.

Ex: O camponês cantava modinhas ao som da viola.

Modo Subjuntivo a atitude do falante é de dúvida diante do fato.

Ex: Talvez o camponês cante algumas modinhas.

Modo Imperativo o fato é enunciado como uma ordem, um conselho, um convite, um pedido.

Ex: Cante algumas modinhas.

Há ainda três formas que não exprimem exatamente o tempo em que se dá o fato expresso. São as chamadas formas nominais.

Formas Nominais do verbo

Além desses três modos, o verbo apresenta ainda formas que podem exercer funções de nomes (substantivo, adjetivo, advérbio), sendo por isso denominadas formas nominais. Observe: 
a) Infinitivo Impessoal: exprime a significação do verbo de modo vago e indefinido, podendo ter valor e função de substantivo.

Por exemplo:

Viver é lutar. (= vida é luta)

É indispensável combater a corrupção. (= combate à)
O infinitivo impessoal pode apresentar-se no presente (forma simples) ou no passado (forma composta).

Por exemplo:

É preciso ler este livro.
Era preciso ter lido este livro.

b) Infinitivo Pessoal: é o infinitivo relacionado às três pessoas do discurso. Na 1ª e 3ª pessoas do singular, não apresenta desinências, assumindo a mesma forma do impessoal; nas demais, flexiona-se da seguinte maneira:

2ª pessoa do singular: Radical + ES Ex.: teres(tu)
1ª pessoa do plural: Radical + MOS Ex.: termos (nós)
2ª pessoa do plural: Radical + DES Ex.: terdes (vós)
3ª pessoa do plural: Radical + EM Ex.: terem (eles)
Por exemplo:
Foste elogiado por teres alcançado uma boa colocação.
c) Gerúndio: o gerúndio pode funcionar como adjetivo ou advérbio.

Por exemplo: 
Saindo de casa, encontrei alguns amigos. (função de advérbio)
Nas ruas, havia crianças vendendo doces. (função adjetivo)

Na forma simples, o gerúndio expressa uma ação em curso; na forma composta, uma ação concluída.

Por exemplo:
Trabalhando, aprenderás o valor do dinheiro.
Tendo trabalhado, aprendeu o valor do dinheiro.

d) Particípio: quando não é empregado na formação dos tempos compostos, o particípio indica geralmente o  resultado de uma ação terminada, flexionando-se em gênero, número e grau.

Por exemplo:
Terminados os exames, os candidatos saíram.
Quando o particípio exprime somente estado, sem nenhuma relação temporal, assume verdadeiramente a função de adjetivo (adjetivo verbal).

Por exemplo:

Ela foi a aluna escolhida para representar a escola.


As vozes verbais indicam se o sujeito pratica ou recebe a ação.

Voz ativa, quando o sujeito pratica a ação: O professor elogiou o aluno.
Voz passiva, quando o sujeito recebe a ação: O aluno foi elogiado pelo professor.
Voz reflexiva, quando o sujeito pratica e recebe a ação: Leonardo machucou-se.

Classificação verbal


Classificam-se em:

a) Regulares: são aqueles que possuem as desinências normais de sua conjugação e cuja flexão não provoca alterações no radical.

Exemplo: canto     cantei      cantarei     cantava      cantasse

b) Irregulares: são aqueles cuja flexão provoca alterações no radical ou nas desinências.

 Exemplo:  faço     fiz      farei     fizesse

c) Defectivos: são aqueles que não são conjugados em todas as formas. Classificam-se em impessoais, unipessoais e pessoais.

Impessoais: são os verbos que não têm sujeito. Normalmente, são usados na terceira pessoa do singular. Os principais verbos impessoais são:

a) haver, quando sinônimo de existir, acontecer, realizar-se ou fazer (em orações temporais).

 Exemplo:

Havia poucos ingressos à venda. (Havia = Existiam)
Houve duas guerras mundiais. (Houve = Aconteceram)
Haverá reuniões aqui. (Haverá = Realizar-se-ão)
Deixei de fumar há muitos anos. (há = faz)
b) fazer, ser e estar (quando indicam tempo)

 Exemplo:

Faz invernos rigorosos no Sul do Brasil.
Era primavera quando a conheci.
Estava frio naquele dia.

c) Todos os verbos que indicam fenômenos da natureza são impessoais: chover, ventar, nevar, gear, trovejar, amanhecer, escurecer, etc. Quando, porém, se constrói, "Amanheci mal-humorado", usa-se o verbo "amanhecer" em sentido figurado. Qualquer verbo impessoal, empregado em sentido figurado, deixa de ser impessoal para ser pessoal.

Exemplo:

Amanheci mal-humorado. (Sujeito desinencial: eu)
Choveram candidatos ao cargo. (Sujeito: candidatos)
Fiz quinze anos ontem. (Sujeito desinencial: eu)

d) São impessoais, ainda:
1. o verbo passar (seguido de preposição), indicando tempo. Ex.: Já passa das seis.
2. os verbos bastar e chegar, seguidos da preposição de, indicando suficiência. Ex.: Basta de tolices. Chega de blasfêmias.
3. os verbos estar e ficar em orações tais como Está bem, Está muito bem assim, Não fica bem, Fica mal, sem referência a sujeito expresso anteriormente. Podemos, ainda, nesse caso, classificar o sujeito como hipotético, tornando-se, tais verbos, então, pessoais.
4. o verbo deu + para da língua popular, equivalente de "ser possível". 

Exemplo:

Não deu para chegar mais cedo.
Dá para me arrumar uns trocados?

d) Abundantes

São verbos que possuem duas ou mais formas equivalentes:


INFINITIVO
PARTICÍPIO REGULAR
PARTICÍPIO IRREGULAR
acender
prender
aceitar
Anexar
aceitado
prendido
aceitado
Anexado
aceito
preso
aceito
Anexo
Dispersar
Dispersado
Disperso
Eleger
Elegido
Eleito
Envolver
Envolvido
Envolto
Imprimir
Imprimido
Impresso
Matar
Matado
Morto
Morrer
Morrido
Morto
Pegar
Pegado
Pego
Soltar





soltado

solto




e) Verbos Anômalos

Estes verbos não seguem as regras das terminações dos verbos regulares que pertencem à sua conjugação, e apresentam mais de um radical ao serem conjugados, dependendo do tempo ou da pessoa verbal.

Exemplos:

IR – eu vou, eu fui, nós fomos, tu irás

SER – eu sou, tu és, ele é, nós seremos, nós fomos, eu fui, tu foste, ele era, que ele seja.

TER – eu teria, tu tinhas, ele tivesse, nós temos, eles terão.


f) Auxiliares

São aqueles que entram na formação dos tempos compostos e das locuções verbais. O verbo principal, quando acompanhado de verbo auxiliar, é expresso numa das formas nominais: infinitivo, gerúndio ou particípio.

Exemplo: 
                          Vou                       espantar           as          moscas.

                   (verbo auxiliar)       (verbo principal no infinitivo)


                      Está                            chegando                      a         hora     do    debate.

               (verbo auxiliar)      (verbo principal no gerúndio)                 

                   

                    Os       noivos         foram                    cumprimentados                  por           todos        os     presentes. 

                                            (verbo auxiliar)     (verbo principal no particípio)

Obs.: os verbos auxiliares mais usados são: ser, estar, ter e haver.

Conjugação dos verbos auxiliares




SER - Modo Indicativo

PresentePretérito
Perfeito
Pretérito
Imperfeito
Pretérito
Mais-Que-Perfeito
Futuro do
Presente
Futuro do
Pretérito
soufuieraforasereiseria
ésfosteerasforasserásserias
éfoieraforaseráseria
somosfomoseramosfôramosseremosseríamos
soisfosteséreisfôreissereisseríeis
sãoforameramforamserãoseriam

SER - Modo Subjuntivo
PresentePretérito ImperfeitoFuturo
que eu sejase eu fossequando eu for
que tu sejasse tu fossesquando tu fores
que ele sejase ele fossequando ele for
que nós sejamosse nós fôssemosquando nós formos
que vós sejaisse vós fôsseisquando vós fordes
que eles sejamse eles fossemquando eles forem

SER - Modo Imperativo
AfirmativoNegativo
sê tunão sejas tu
seja vocênão seja você
sejamos nósnão sejamos nós
sede vósnão sejais vós
sejam vocêsnão sejam vocês
SER - Formas Nominais
Infinitivo ImpessoalInfinitivo PessoalGerúndioParticípio
serser eusendosido
seres tu
ser ele
sermos nós
serdes vós
serem eles
ESTAR - Modo Indicativo
PresentePretérito
Perfeito
Pretérito
Imperfeito
Pretérito
Mais-Que-Perfeito
Futuro do
Presente
Futuro do
Pretérito
estouestiveestavaestiveraestareiestaria
estásestivesteestavasestiverasestarásestarias
estáesteveestavaestiveraestaráestaria
estamosestivemosestávamosestivéramosestaremosestaríamos
estaisestivestesestáveisestivéreisestareisestaríeis
estãoestiveramestavamestiveramestarãoestariam
ESTAR - Modo Subjuntivo e Imperativo
PresentePretérito ImperfeitoFuturoAfirmativoNegativo
estejaestivesseestiver
estejasestivessesestiveresestáestejas
estejaesvivesseestiverestejaesteja
estejamosestivéssemosestivermosestejamosestejamos
estejaisestivésseisestiverdesestaiestejais
estejamestivessemestiveremestejamestejam
ESTAR - Formas Nominais
Infinitivo ImpessoalInfinitivo PessoalGerúndioParticípio
estarestarestandoestado
estares
estar
estarmos
estardes
estarem



HAVER - Modo Indicativo

PresentePretérito
Perfeito
Pretérito
Imperfeito
Pretérito
Mais-Que-Perfeito
Futuro do
Presente
Futuro do
Pretérito
heihouvehaviahouverahavereihaveria
háshouvestehaviashouverashaveráshaverias
houvehaviahouverahaveráhaveria
havemoshouvemoshavíamoshouvéramoshaveremoshaveríamos
haveishouvesteshavíeishouvéreishavereishaveríeis
hãohouveramhaviamhouveramhaverãohaveriam

HAVER - Modo Subjuntivo e Imperativo

PresentePretérito ImperfeitoFuturoAfirmativoNegativo
hajahouvessehouver
hajashouvesseshouvereshajas
hajahouvessehouverhajahaja
hajamoshouvéssemoshouvermoshajamoshajamos
hajaishouvésseishouverdeshaveihajais
hajamhouvessemhouveremhajamhajam
HAVER - Formas Nominais
Infinitivo ImpessoalInfinitivo PessoalGerúndioParticípio
haverhaverhavendohavido
haveres
haver
havermos
haverdes
haverem
TER - Modo Indicativo
PresentePretérito
Perfeito
Pretérito
Imperfeito
Pretérito
Mais-Que-Perfeito
Futuro do
Presente
Futuro do
Pretérito
tenhotivetinhativeratereiteria
tenstivestetinhastiverasterásterias
temtevetinhativerateráteria
temostivemostínhamostivéramosteremosteríamos
tendestivestestínheistivéreistereisteríeis
têmtiveramtinhamtiveramterãoteriam
TER - Modo Subjuntivo e Imperativo
PresentePretérito ImperfeitoFuturoAfirmativoNegativo
tenhativessetiver
tenhastivessestiverestemtenhas
tenhativessetivertenhatenha
tenhamostivéssemostivermostenhamostenhamos
tenhaistivésseistiverdestendetenhais
tenhamtivessemtiveremtenhamtenham

Verbos pronominais

Quando um verbo vem acompanhado de um pronome oblíquo átono da mesma pessoa do sujeito, diz-se que se trata de verbo pronominal.
Veja que o verbo queixar-se, por exemplo, somente pode ser conjugado com o pronome oblíquo:

Eu me queixo dos problemas.
Tu te queixas dos problemas.
Ele se queixa dos problemas.
Nós nos queixamos dos problemas.
Vós vos queixais dos problemas.
Eles se queixam dos problemas.

Por isso, é incorreção gramatical escrever: Joãzinho queixa dos problemas, justamente porque o verbo queixar-se é essencialmente pronominal.

Isso significa que nunca, nunca mesmo aparecerá sem o seu companheiro inseparável: o pronome oblíquo átono!
Como os verbos essenciamente pronominais, existem aqueles que eventualmente são pronominais. Compare os exemplos:

I) Ele debateu os assuntos do relatório.
II) O peixe se debateu contra a rede.

Perceba que no exemplo I, o verbo debater está na forma simples; já no II, atua na forma pronominal, logo é classificado eventualmente pronominal
Neste caso, há, também, diferença de sentido quando o verbo atua com pronome:

I) Debarter = discutir
II) Debater-se = Agitar-se

Cabe ressaltar que a mudança de sentido não é quesito para diferenciar um verbo essencialmente pronominal de um eventualmente pronominal. Veja:

III) Lembrou-se do meu nome.
IV) Lembrou meu nome.

Nessas construções, o verbo lembrar é eventualmente pronominal e não há alteração de sentido em detrimento do pronome.



Tempos verbais

Os tempos verbais podem ser caracterizados como primitivos ou derivados.
Os tempos verbais primitivos pertencem ao modo indicativo. São eles:

. Presente

1ª Conjugação: Falar2ª Conjugação: Comer3ª Conjugação: CumprirDesinência Pessoal
Eu faloEu comoEu cumproO
Tu falasTu comesTu cumpresS
Ele FalaEle comeEle cumpre-
Nós falamosNós comemosNós cumprimosMOS
Vós FalaisVós comeisVós CumprisIS
Eles FalamEles comemEles CumpremM

2. Pretérito Perfeito

1ª Conjugação: Falar2ª Conjugação: Comer3ª Conjugação: CumprirDesinência Pessoal
Eu faleiEu comiEu cumpriI
Tu falasteTu comesteTu cumpristeSTE
Ele FalouEle comeuEle cumpriuU
Nós falamosNós comemosNós cumprimosMOS
Vós FalastesVós comestesVós CumpristesSTES
Eles FalaramEles comeramEles CumpriramRAM

3. Infinitivo Impessoal


1ª Conjugação: Falar2ª Conjugação: Comer3ª Conjugação: CumprirDesinência Pessoal

Os tempos verbais derivados dividem-se em

1. Derivados do Presente

Presente do Subjuntivo
1ª Conjugação: Falar2ª Conjugação: Comer3ª Conjugação: CumprirDes. Temp. 1ª conj.Des. Temp. 2ª e 3ª conj.Desinência pessoal
Eu FaleEu comaEu cumpraEAØ
Tu FalesTu comasTu cumprasEAS
Ele FaleEle comaEle cumpraEAØ
Nós falemosNós comamosNós cumpramosEAMOS
Vós FaleisVós comaisVós CumpraisEAIS
Eles FalemEles comamEles CumpramEAM

Imperativo Afirmativo

Imperativo Negativo

2. Derivados do Pretérito Perfeito do Indicativo

Pretérito mais-que-perfeito do indicativo
1ª Conjugação: Falar2ª Conjugação: Comer3ª Conjugação: CumprirDesinência temporalDesinência Pessoal
Eu falaraEu comeraEu cumpriraRAØ
Tu falarasTu comerasTu cumprirasRAs
Ele FalaraEle comeraEle cumpriraRAØ
Nós faláramosNós comêramosNós cumpríramosRAmos
Vós FalareisVós comereisVós CumprireisREis
Eles FalaramEles comeramEles CumpriramRAm
Pretérito imperfeito do subjuntivo
1ª Conjugação: Falar2ª Conjugação: Comer3ª Conjugação: CumprirDesinência TemporalDesinência Pessoal
Eu falasseEu comesseEu cumprisseSSEØ
Tu falassesTu comessesTu cumprissesSSEs
Ele FalasseEle comesseEle cumprisseSSEØ
Nós falássemosNós comêssemosNós cumpríssemosSSEmos
Vós FalásseisVós comêsseisVós CumprísseisSSEis
Eles FalassemEles comessemEles CumprissemSSEm

Futuro do Subjuntivo
1ª Conjugação: Falar2ª Conjugação: Comer3ª Conjugação: CumprirDesinência TemporalDesinência Pessoal
Eu falarEu comerEu cumprirRØ
Tu falaresTu comeresTu cumpriresRes
Ele FalarEle comerEle cumprirRØ
Nós falarmosNós comermosNós cumprirmosRmos
Vós FalardesVós comerdesVós CumprirdesRdes
Eles FalaremEles comeremEles CumpriremRem

3. Derivados do Infinitivo Impessoal

Futuro do presente do indicativo
1ª Conjugação: Falar2ª Conjugação: Comer3ª Conjugação: CumprirDesinência TemporalDesinência Pessoal
Eu falareiEu comereiEu cumprireiREi
Tu falarásTu comerásTu cumprirásRAs
Ele FalaráEle comeráEle cumpriráRAØ
Nós falaremosNós comeremosNós cumpriremosREmos
Vós FalareisVós comereisVós CumprireisREis
Eles FalarãoEles comerãoEles CumprirãoRAo

Futuro do pretérito do indicativo
1ª Conjugação: Falar2ª Conjugação: Comer3ª Conjugação: CumprirDesinência TemporalDesinência Pessoal
Eu falariaEu comeriaEu cumpririaRIAØ
Tu falariasTu comeriasTu cumpririasRIAs
Ele FalariaEle comeriaEle cumpririaRIAØ
Nós falaríamosNós comeríamosNós cumpriríamosRIAmos
Vós FalaríeisVós comerí­eisVós Cumprirí­eisRIEis
Eles FalariamEles comeriamEles CumpririamRIAm

Pretérito Imperfeito do indicativo
1ª Conjugação: Falar2ª Conjugação: Comer3ª Conjugação: CumprirDes. Temp 1ª conj.Des.Temp2ª conj.Desinência Pessoal
Eu falavaEu comiaEu cumpriaVAIAØ
Tu falavasTu comiasTu cumpriasVAIAs
Ele FalavaEle comiaEle cumpriaVAIAØ
Nós falávamosNós comíamosNós cumpríamosVAIAmos
Vós FaláveisVós comí­eisVós Cumprí­eisVEIEis
Eles FalavamEles comiamEles CumpriamVAIAm

Gerúndio
1ª Conjugação: Falando2ª Conjugação: Comendo3ª Conjugação: CumprindoDesinência Pessoal
1ª Conjugação: Falado2ª Conjugação: Comido3ª Conjugação: CumpridoDesinência Pessoal



verbos questões vestibular
1) (UFF) Assinale a série em que estão devidamente classificadas as formas verbais destacadas:

“Ao chegar da fazenda, espero que já tenha terminado a festa”.

a) futuro do subjuntivo, pretérito perfeito do subjuntivo
b) infinitivo, presente do subjuntivo
c) futuro do subjuntivo, presente do subjuntivo
d) infinitivo, pretérito imperfeito do subjuntivo
e) infinitivo, pretérito perfeito do subjuntivo

2)  (ENG – MACK) Só muito mais tarde vim, a saber, que a chuva os ___________ na estrada e que não _________ ninguém que ______________.
a) detera; houve; os ajudasse;
b) detivera; houve; os ajudasse;
c) detera; teve; ajudasse eles;
d) detivera; houve; ajudasse eles;
e) detivera; teve; os ajudasse.

3)  (CESGRANRIO) No trecho: “...fui obrigado a dá-lo de presente a um bandido, seu amigo, quando, provou que completara na véspera o seu vigésimo nono assassinato”, o mais-que-perfeito foi empregado com seu valor normal; na linguagem literária ele pode também aparecer no valor de:
a) imperativo afirmativo
b) pretérito imperfeito do subjuntivo
c) pretérito perfeito do indicativo
d) infinito pretérito
e) futuro do pretérito composto

4) (CESGRANRIO) “Acesas” é particípio adjetivo de “acender”, verbo chamado abundante, porque possui dupla forma de particípio (acendido e aceso). Em abundância, que é geralmente do particípio, em alguns verbos ocorre em outras formas. Assim, por exemplo, é o caso de:
a) coser      b) olhar             c) haver                  d) vir                   e) dançar

5) (FEB) Assinale a alternativa que completa adequadamente as lacunas:
“Visto que a democratização do ensino é uma necessidade, a escola pública ___________ de ser realmente apoiada e defendida, embora muitos _______________ pois abaixamento de nível”.
a) tenha – contestem – haveria
b) tem – contestam – há
c) tem – contestam – haveria
d) tem – contestem – haveria
e) N.D.A.

6) (ENG – MACK) Só muito mais tarde vim, a saber, que a chuva os ___________ na estrada e que não _________ ninguém que ______________.
a) detera; houve; os ajudasse;
b) detivera; houve; os ajudasse;
c) detera; teve; ajudasse eles;
d) detivera; houve; ajudasse eles;
e) detivera; teve; os ajudasse.

7) (Cefet-MG) Empregou-se o verbo no futuro do subjuntivo em:

a)  … afrontava os perigos (…) para vir vê-la à cidade.
b)  Se algum dia a civilização ganhar essa paragem longínqua…
c)  Continuaram ainda a dialogar com certo azedume.
d)  Tinha-me esquecido de contar-lhe que eu fizera uma promessa…
e)  e encontrei o faroleiro ocupado em polir os metais da lanterna.


8) (UFMG) Em todas as alternativas, a lacuna pode ser preenchida com o verbo indicado entre parênteses, no subjuntivo, exceto em:

a)  Olhou para o cão, enquanto esperava que lhe _______ a porta (abrir).
b)  Por que foi que aquela criatura não ________ com franqueza? (proceder)
c)  É preciso que uma pessoa se ________ para encurtar a despesa. (trancar).
d)  Deixa de luxo, minha filha, será o que Deus ________. (querer)
e)  Se isso me ______ possível, procuraria a roupa. (ser)

9) (PUC-SP) Uma das alternativas abaixo está errada quanto à correspondência no emprego dos tempos verbais. Assinale-a.

a)  Porque arrumara carona, chegou cedo à cidade.
b)  Se tivesse arrumado carona, chegaria cedo à cidade.
c)  Embora arrume carona, chegará tarde.
d)  Embora tenha arrumado carona, chegou tarde.
e)  Se arrumar carona, chegaria cedo à cidade.
Exercício 5:

10) (FUVEST-SP) Assinale a frase em que aparece o pretérito mais-que-perfeito do verbo ser:

a)  Não seria o caso de você se acusar?
b)  Quando cheguei, ele já se fora, muito zangado.
c)  Se não fosse ele, tudo estaria perdido.
d)  Bem depois se soube que não fora ele o culpado.
e)  Embora não tenha sido divulgado, soube-se do caso

11) (FAAP) Assinale a resposta correspondente à alternativa que completa corretamente o espaço em branco:

“Não ________. Você não acha preferível que ele se ________ sem que você o __________?”

a)  interfere – desdiz – obriga.
b)  interfira – desdisser – obrigue.
c)  interfira – desdissesse – obriga.
d)  interfere – desdiga – obriga.
e)  interfira – desdiga – obrigue.

12) (FATEC-SP) Assinale a alternativa em que a forma verbal grifada no período 2 não substitui corretamente a do período 1.

a)  1. Economistas afirmam que já foi descoberto o remédio para a inflação no Brasil. 2. Economistas afirmam que já ter sido descoberto o remédio para a inflação no Brasil.
b)  1. Não souberam ou não me quiseram dizer para onde você tinha ido. 2. Não souberam ou não me quiseram dizer para onde você fora.
c)  1. Eram passados já muitos anos, desde o acidente. 2. Haviam passado já muitos anos, desde o acidente.
d)  1. Honrarás a teu pai e a tua mãe. 2. Honra a teu pai e a tua mãe.
e)  1. Ao chegar à sua casa, o seu amigo já terá partido. 2. Ao chegar à sua casa, o seu amigo já partirá.
Exercício 12:

13) (FUEL-PR) “Pode ser que eu __________ levar as provas, se você _______ tudo para que eu __________ onde elas estão”.

A alternativa que corresponde à sequência correta é:

a)  consiga – fará – descobriria.
b)  consiga – fizer – descubra.
c)  consigo – fizer – descobrir.
d)  consigo – fizer – descubro.
e)  consigo – fará – descobrirei.
Exercício 13:

14) (CESGRANRIO-RJ) Não há devida correlação temporal nas formas verbais em:

a)  Seria conveniente que o leitor ficasse sem saber quem era Miss Dollar.
b)  É conveniente que o leitor ficaria sem saber quem era Miss Dollar.
c)  Era conveniente que o leitor ficasse sem saber quem era Miss Dollar.
d)  Será conveniente que o leitor fique sem saber quem era Miss Dollar.
e)  Foi conveniente que o leitor ficasse sem saber quem era Miss Dollar.

15) (Fundação Carlos Chagas) Transpondo para a voz passiva a oração “O faro dos cães guiava os caçadores”, obtém-se a forma verbal:

a) (   ) guiava-se
b) (   ) ia guiando
c) (   ) guiavam
d) (   ) eram guiados
e) (   ) foram guiados

Gabarito:

1) E   2) B  3) B  4) C  5) D   6) B  7) B  8) B  9) E  10) D  11) E  12) E  13) B  14) B  15) D  

Nenhum comentário:

Postar um comentário